No primeiro post do MINDMARK fizemos uma pequena introdução sobre o que é Marketing – ainda não leu essa publicação? Super recomendo! Clique aqui para ler – e lá fizemos um mini parênteses sobre necessidade e desejo não serem as mesmas coisas, mas como não era o foco do post, não nos estendemos.

E aqui estou para me estender sobre o assunto! Necessidade e desejo de fato não são as mesmas coisas, mas o que não falamos anteriormente é que elas se complementam. Você pode estar se perguntando nesse exato momento “mas como assim elas são diferentes e complementares ao mesmo tempo?”, é muito simples essa lógica, mas primeiro vamos entender o significado de cada palavra.

De acordo com significados.com.br necessidade é “tudo aquilo que é estritamente necessário, ou seja, que é indispensável, que é útil, que não se pode deixar de ter ou ser.” Já desejo, ainda de acordo com a mesma fonte, é “ação ou efeito de desejar; de querer; possuir vontade. Ambição intensa por alguma coisa; Excesso de vontade por bens, posses etc; cobiça: o desejo de poder.”.

Bem diferente uma da outra, não é mesmo? Enquanto necessidade é algo fundamental, desejo é vontade. Então como elas se complementam? Pois bem, dizemos que o Marketing busca sempre identificar e satisfazer as necessidades e desejos dos consumidores, um exemplo disso é o celular. Nós como seres sociais, temos a necessidade de nos comunicarmos com outras pessoas, seja por ligação seja por mensagem (outra necessidade detectada e suprida, antes por SMS e agora por aplicativos). Isso antigamente era resolvido com um simples aparelho. Com o avanço da tecnologia, a proliferação da era digital e a mudança do comportamento do consumidor surgiram os smartphones, que também vieram para suprir algumas necessidades, afinal, estamos em constante mudança como humanos e consumidores, dessa forma, o que era fundamental antes, é somado ao que é fundamental hoje e muitas vezes até essas utilidades atuais se tornam mais importantes do que as antigas, como no caso das ligações sendo cada vez mais substituídas por mensagens (de texto, de vídeo e de áudio). É comum ouvirmos com tom de surpresa “nossa! Você ainda liga para alguém em vez de mandar mensagem?”. Está tudo em constante mudança e evolução.

rawpixel-557123-unsplash

E como identificamos o desejo? Da mesma forma como tudo se transforma e é aprimorado, as nossas vontades também passam por isso. Ainda no contexto do smartphone, mesmo com todas as funções que esse pequeno aparelho tem, muitas vezes não nos contentamos. Apesar de ele satisfazer nossas necessidades, ainda queremos mais. Queremos uma câmera com a melhor a resolução possível, queremos não precisar sair do sofá para fazer transações ou compras, queremos um layout de celular bonito e de determinado tamanho… Enfim, queremos incontáveis coisas que já não são mais necessárias para nossa vivência, e então elas se tornam desejos.

Kotler e Keller resumem isso em uma frase; “necessidade se torna um desejo quando eles são direcionados para um objeto específico que talvez possa satisfazer a necessidade”. Além disso, completam com “Os desejos são moldados pela sociedade de cada um. […]”. Dessa forma, podemos entender desejo – e dependendo da situação, a necessidade – como uma questão ambiental, relacionados ao macro e microambiente – conteúdo que será abordado em breve.

Agora ficou mais claro – e muito mais fácil de entender – o porquê dessas duas palavrinhas se complementarem? A diferença e relação entre elas são de extrema importância para estratégias de marketing, análise ambiental, estudo do comportamento do consumidor, além da segmentação etc.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s