“Empreendedorismo, para mim, é fazer acontecer, independentemente do cenário, das opiniões ou das estatísticas. É ousar, fazer diferente, correr riscos, acreditar no seu ideal e na sua missão.” É com a frase dita por Luiza Helena Trajano, uma das mulheres que mais se destacou – e tem se destacado – no mundo dos negócios, que começamos esse especial.

Ouvimos muito sobre empoderamento feminino e a importância de nós mulheres termos e lutarmos por nossa própria voz, principalmente com a era digital, influenciadores, artistas e marcas se mostrando cada vez mais interessados nesse assunto. E quando levamos o tema ao mercado e trabalho tudo fica ainda mais complicado.

Quem aí já teve dificuldades para conseguir um trabalho por ser mulher? Ou percebeu uma grande diferença de um salário para outro? Nós aqui do Mindmark já passamos por isso diversas vezes, e por isso decidimos fazer esse especial no mês das mulheres.

Se para nós mulheres no auge de nossos vinte e poucos anos – ou menos -, em pleno anos 2020, em um mundo globalizado, no qual tudo parece tão de fácil alcance, ainda temos problemas do tipo, você consegue imaginar como era há alguns anos tentar entrar e fazer sucesso no mundo corporativo?

Complicado, não é mesmo? Mas acreditem, muitas mulheres conseguiram e conseguem quebrar esses paradigmas e estereótipos que a sociedade pré-estabeleceu. Durante todo esse mês de março mostraremos algumas das mulheres, nacionais e internacionais, que se destacaram no mercado e nos negócios e ainda fizeram total diferença para o rumo que as coisas tomaram.

  1. Luiza Helena Trajano: vamos começar pela autora da frase inicial do post. Luiza nada mais é do que a presidente do grupo Magazine Luiza e foi uma das responsáveis por transformar a empresa em um dos maiores e-commerces brasileiros. Mas não pense que por ser sobrinha da fundadora ela chegou ao topo logo de cara. Nada de nepotismo por aqui! Trajano precisou passar por vários departamentos e trabalhar muito antes de chegar onde está. Ela seguiu seu próprio conselho, acreditou em seus ideais e ousou, ousou muito!
  2. Sheryl Sandberg: indo lá para os Estados Unidos agora, Sheryl conseguiu o que todos – até então – achavam impossível, uma mulher se tornar COO (chefe de operações) do Facebook. Acha pouco? Pois antes disso, ela foi vice-presidente de vendas e operações online no GOOGLE. Talvez pareça normal, mas isso foi antes de 2010, em uma época em que ainda existia muito preconceito em relação à posição da mulher no mercado de trabalho. E não para por aí, em 2018 ela entrou para lista de mulheres mais poderosas do mundo pela Forbes. Girl power total aqui!
  3. Ana Fontes: mais brasileiras para nossa lista empoderada! Ana já trabalhou como executiva de marketing em diversas empresas multinacionais, mas o que realmente a fascina é negócios com foco no poder feminino, por isso criou a Rede Mulher Empoderada, uma empresa que apoia o empreendedorismo feminino no Brasil. Digníssimo!
  4. Camila Moletta: ainda em solos brasileiros, temos Camila, uma empreendedora com a trajetória profissional e ideias de negócios de tirar o fôlego. Com especialização em branding e customer experience, ela já conta com um portfólio para lá de maravilhoso ao criar e transformar grandes marcas. Mas não para por aí, apaixonada por seu trabalho e suas convicções, Moletta co-fundou a plataforma More GRLS, uma startup com viés social destinada a ajudar a comunidade brasileira de mulheres a se tornar mais criativa , pois acredita que trabalhar com propósito faz os negócios atingirem resultados surpreendentes.

E falando em More GRLS, Camila estará palestrando no GRLS Festival, um evento que acontecerá no final de semana do dia das mulheres e que será completamente dedicado a elas (nós). Com um slogan incrível “um festival feito por elas, mas para todxs”, a festa traz em sua pauta que todos que se identificam com a data podem e devem celebrar juntos, usando o ‘x’ como uma forma hiper criativa de expressar a ideia. E o melhor é que a maior parte da equipe é e será composta por mulheres, até mesmo o lineup das atrações seguiu esse padrão. Serão dois dias repletos de workshops, palestras e shows de grandes nomes.

Incrível, não é? Por isso, ousem, criem, divirtam-se, mas acima de tudo, acreditem que tudo é possível!

Feliz dia internacional das mulheres, de nós do Mindmark para todas as mulheres guerreiras. Girls stick with girls! ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.